+55 11 3803-7878 contato@nuova.com.br

Sharepoint 2013 flexibiliza licenciamento

Mais uma vez a Microsoft mudou as regras de licenciamento relacionadas ao SharePoint, e é importante que a informação seja rapidamente disseminada aos clientes da plataforma. A adoção de uma estratégia de aquisição de licenças acertada pode representar, neste momento específico de evolução da plataforma, uma grande variação no ROI (return on investment) de projetos digitais.

Para a versão 2013, a grande novidade fica por conta da extinção da licença FIS (For Internet Sites), necessária na versão 2010 para expor sites a usuários anônimos da web. Ou seja, quem comprar as versões Standard ou Enterprise do SharePoint 2013 não mais precisará de licença adicional FIS, o que reduzirá consideravelmente os custos de infraestrutura para sites externos, abrindo novas oportunidades para o cenário de internet via SharePoint. Uma bola super dentro da Microsoft, e que deve ser comemorada!

O uso do SharePoint 2013 continua sendo através da aquisição de uma das três versões de licença para servidor: Foundation, Standard ou Enterprise, lembrando que uma Farm SharePoint pode ter muitos servidores (front end, application, index, BI Services) dependendo da infraestrutura planejada. Na hora de reservar o budget, é necessário considerar todos os servidor​es e também os servidores em uso em Farms de DEV (desenvolvimento) e QA (controle de qualidade). Não esqueça também do SQL Server.

Já com relação aos usuários internos, esses continuam precisando ser licenciados por meio de CAL (Client Access License), como no SharePoint 2010, mas as regras foram bastante flexibilizadas. A grande novidade é que a empresa agora poderá delegar quais usuários têm direito a recursos Enterprise CAL e quais tem direito a recursos Standard CAL, o que ajudará a equilibrar investimentos, principalmente em companhias com milhares de funcionários. Quando um usuário Standard CAL navega para uma página com funcionalidades da Entreprise CAL, o SharePoint lida com estas diferenças de uma maneira muito elegante, informando a indisponibilidade do recurso.

Veja abaixo os recursos do SharePoint 2013 disponíveis apenas para Entrerprise CAL:

InfoPath Form Web part
Excel Web Access
Visio Web Access
PerformancePoint Filter, Report, Scorecard and Stack Selector
Indicator Details (presente no upgrade do 2010 para o 2013)
Status List (presente no upgrade do 2010 para o 2013)
Taxonomy Refinement Panel
Catalog-Item Reuse
Business Data Actions
Business Data Connectivity Filter
Business Data Item
Business Data Item Builder
Business Data List
Business Data Related List
Search-Driven Content (all web parts)

As demais funcionalidades podem ser utilizadas com a Stardard CAL.
Abaixo, outros componentes que podem ser licenciados na Microsoft separadamente:

AccessServices
BCS
Duet
InfoPath
PPS
Project
EntSearch
VisioServices
WAC (Office Web Apps)
ExcelServices
MySites

SharePoint 2013 Foundation
Na versão Foundation, tudo continua igual: ela requer apenas licenças do Windows Server e CALs do Windows Server. As pessoas muitas vezes falam sobre a Foundation ser “livre”, mas há controvérsia, uma vez que a licença do Windows Server é pré-requisito. Lembrando que essa versão é “light”, e exige muito mais customização para atender a demandas de usuários. Mas sem dúvida é um excelente caminho, com custo reduzidíssimo, para todos aqueles que já usam Windows Server e ainda não conhecem o SharePoint.
Com colaboração dos blogs Titus, SharePoint Solutions​, Nubo Croporation​.

0 Comentários

Deixe uma resposta